sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Kobe Bryant atinge marca de 25 mil pontos, mas não evita derrota do Lakers

O ala-armador Kobe Bryant, de 31 anos, se tornou nesta quinta-feira o jogador mais jovem da história da NBA a atingir a marca de 25 mil pontos. A estrela do Los Angeles Lakers, que foi superado pelo Cleveland Cavaliers nesta noite por 93 a 87, é o 15º atleta a alcançar a marca. Kobe quebrou o recorde que pertencia a Wilt Chamberlain, que anotou o ponto de número 25 mil na NBA com 35 dias a mais de vida. O maior pontuador da história da NBA é Kareem Abdul-Jabbar, que encerrou a carreira com um total de 38.387 pontos.

O jogo

Em um duelo digno de decisão, o Cleveland Cavaliers mostrou novamente sua força contra o atual campeão da NBA Los Angeles Lakers e venceu os rivais da Califórnia pela segunda vez na temproada 2009/10. Na noite desta quinta-feira, triunfo dos donos da casa por 93 a 87, com participação decisiva do brasileiro Anderson Varejão no final do jogo.

O pivô Varejão marcou sete de seus 11 pontos no último quarto, inclusive os últimos três da vitória dos Cavs. Ele ainda agarrou oito rebotes nos 24 minutos em que permaneceu em quadra. Já LeBron James foi o grande astro da noite, com 37 pontos e nove assistências, vencendo o duelo particular com Kobe Bryant.

Shaquille O'Neal foi o segundo cestinha dos Cavs, com 13 tentos. Kobe teve boa atuação e ainda quebrou mais um recorde na NBA. Ele foi o jogador mais jovem ao alcançar a marca dos 25 mil pontos na Liga. Nesta quinta, ele anotou mais 31 pelos Lakers.

Os dois maiores astros da NBA disputaram ponto a ponto o duelo no primeiro tempo. No quarto inicial, melhor para os californianos dos Lakers, que venceram por 27 a 18. Mas, no seguinte, LeBron conduziu os Cavs ao triunfo por 26 a 19.

Assim, o Los Angeles Lakers saiu para o intervalo no Quicken Loans Arena com pequena vantagem no marcador, de 46 a 44. Kobe saiu com 20 pontos anotados, e LeBron James com 18, além de cinco assistências.

Como era de se esperar, o confronto seguiu parelho no terceiro período, e os Cavaliers enfim passaram a liderar o placar pela primeira vez na partida, graças a uma cesta de três pontos de Anthony Parker, já na parte final do quarto.

A equipe da casa partiu então para o quarto período vencendo por 67 a 65. No quarto decisivo, brilhou a dupla LeBron-Varejão. Os dois participaram de 22 dos 26 pontos dos Cavs no período, e marcaram os últimos 15 pontos da equipe de Ohio no jogo.

Com 33 triunfos e 11 derrotas, o Cleveland Cavaliers segue absoluto na liderança da Conferência Leste. Porém, a melhor campanha da NBA ainda é do Los Angeles Lakers, que soma 32 vitórias e dez reveses pelo lado Oeste.

Já nesta sexta-feira, o Los Angeles Lakers tenta se recuperar da derrota em partida novamente fora de casa, contra o New York Knicks, no Madison Square Garden, palco onde Kobe já marcou 81 pontos em um só jogo. No sábado, o Cleveland Cavaliers atua mais uma vez em casa, contra o Oklahoma City Thunder, tentando sua quarta vitória seguida.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Ferrari divulga nova pintura do carro para 2010


Um dos principais patrocinadores da Ferrari, um banco espanhol, divulgou nesta quarta-feira as primeiras fotos da nova pintura (foto acima) da Ferrari para a temporada 2010. Por causa da parceria, o carro terá os aerofólios dianteiro e traseiro predominantemente brancos, algo que não acontecia deste a temporada 2006. A partir do ano seguinte, elas passaram a ser vermelhas. Junto com o esquema de cores do carro, também algumas imagens de estúdio de seu pilotos principais que revelam também a nova identidade visual básica dos uniformes.



Como sempre, a equipe não ousou muito no visual de uniformes — a beleza do vermelho, ou “rosso corsa,” fala por si. A única mudança significativa fica por conta da forma agressiva da faixa branca em funil que adorna a coxa no uniforme dos pilotos.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Buffon é o 1º e Taffarel fica em 10º entre goleiros históricos da IFFHS

O goleiro italiano Gianluigi Buffon, da Juventus, ficou em primeiro na classificação mundial histórica de goleiros entre 1987 e 2009 divulgada nesta terça-feira pela Federação Internacional de História e Estatística de Futebol (IFFHS, em inglês), enquanto o brasileiro Taffarel aparece em décimo.



MELHORES GOLEIROS

JOGADOR
PONTOS
Gianluigi Buffon (ITA)
87
Iker Casillas (ESP)
73
Peter Schmeichel (DIN)
69
Oliver Kahn (ALE)
62
Edwin van der Sar (HOL)
60
José Luis Chilavert (PAR)
58
Walter Zenga (ITA)
55
Petr Cech (TCH)
50
Michel Preud'homme (BEL)
43
Taffarel (BRA)
40


Dida, atualmente no Milan, ficou em 13º na classificação. Outros brasileiros aparecem na lista: Júlio César (Internazionale, 27º), Rogério Ceni (São Paulo, 28º), Marcos (Palmeiras, 42º) e Zetti (ex-Palmeiras, Santos e São Paulo, 45º).
Buffon, campeão mundial pela seleção italiana em 2006, recebeu 87 pontos. Ele ficou à frente de Iker Casillas, que ficou com 73. Curiosamente, o goleiro do Real Madrid foi considerado o melhor goleiro de 2009 pela própria IFFHS.
Dos dez primeiros colocados da lista, quatro estão na ativa. Além de Buffon e Casillas, Edwin van der Sar (Manchester United) e Petr Cech (República Tcheca) ficaram entre os melhores de todos os tempos, de acordo com o órgão.
Taffarel disputou três Copas do Mundo: 1990, 1994 e 1998. Conhecido por ser um bom pegador de pênaltis, o goleiro se destacou na final do Mundial dos Estados Unidos contra a Itália, em 1994. Quatro anos depois, na França, o goleiro brasileiro voltou a brilhar na semifinal contra a Holanda, quando defendeu duas cobranças.


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Alô Dunga! Ele Voltou!



- Agora eu me sinto amado e respeitado. Então, entro em campo, faço a minha parte e realizo meu sonho, que é retribuir tudo que venho recebendo dos torcedores. É um momento realmente especial na minha carreira, mas também na minha vida. Sabemos que ainda temos muito o que fazer, muito trabalho pela frente, mas acredito que o Milan poderá ir longe nas três competições que disputa nesta temporada, com grandes esperanças de títulos - afirmou o brasileiro, ao falar sobre o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e a Liga dos Campeões.

A participação de Ronaldinho foi elogiada pelo técnico Leonardo. Mas o comandante tratou de deixar claro que o meia-atacante está voando há algum tempo. A boa fase não começou neste domingo. 


- Ele está feliz e sente amado por todos, o que é muito bom. Ele está fazendo uma temporada incrível e recuperou o prazer de jogar futebol. E ainda está fazendo gols. Perfeito - disse Leonardo. 

No próximo domingo, Milan e Inter vão se enfrentar, no duelo dos líderes. O time de Ronaldinho tem seis pontos a menos do que o rival, só que um jogo a mais por fazer. O Gaúcho está animado. Mas sabe que será pedreira.

- O Inter tem um dos melhores times do mundo e um dos melhores técnicos do mundo. Precisamos de muito respeito, porque só concentrados poderemos vencer - afirmou.

Do jeito que ele está jogando hoje, com certeza tem que ser convocado para a Copa do Mundo, porque não tem nenhum outro Brasileiro jogando tão bem quanto ele. Mas tem que ser convocado como atacante e deixá-lo livre para criar as jogadas assim como faz no Milan. Alô Dunga! Ele Voltou!


sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Campeonatos Estaduais


Em alguns estados já começou, como Pernambuco e Ceará, e no nesse fim de semana tem início mais 11, entre eles três dos principais Estaduais do Brasil, o Carioca, o Gaúcho, o Paulista. O Mineiro tem início nos dias 24 e 25 de janeiro. 

Eu particularmente nunca gostei de estaduais, servem muito mais para acabar com a pré-temporada dos times do que servir de parâmetro para o resto do ano. Muito pelo contrário, ganhar um estadual não significa ter um ano bom. Nenhum campeonato estadual tem um nível bom para isso. O Paulistão pode ser considerado o mais equilibrado, por possuir além dos quatro grandes, outros times que sempre incomodam, exemplos de São Caetano, Barueri, Ponte Preta entre outros. Mas mesmo assim, o excesso de time, hoje sao 20 clubes em turno único, sendo que os 4 primeiros se classificam para as semifinais, torna o campeonato um pouco mais lento do que deveria ser. Além do veto de 9 estádios que não tem condições de receber as partidas. O que acaba prejudicando o estatuto do torcedor.

O Carioca tem uma fórmula até legal. Pontos corridos na primeira fase. E semifinais depois, isso em dois turnos. O campeao de um enfrenta o campeao do outro turno. Mas 16 clubes em um campeonato que os pequenos já não surpreendem mais, é muito exagero. Fica muito chato de ver o início dos turnos, fica muito arrastado. Acho que se diminuíssem para 12 participantes, ficaria melhor de se ver. O Gaúcho segue a mesma regra do campeonato carioca, mas ao inves de se classificarem somente 2 de cada grupo se classificam 4. 

O campeonato Mineiro é o mais absurdo de todos. São 12 clubes, se classificam 8 para as quartas de final, 2 caem para a segunda divisão. Ou seja 2 clubes somente não vão a lugar nenhum. Nas quartas os clubes se enfrentam em jogos de ida e volta, sendo que o de melhor campanha faz a segunda partida em casa. 

Em resumo os quatro principais estaduais são esses. Pela fórmula de disputa são muito fracos. O Paulista é o melhor tecnicamente, mas são muitos clubes. As Federações de cada estado deveriam rever seus conceitos e mudar. Então é isso. Eu não gosto dos estaduais. mas acho que há muito mais pessoas que gostam então deixem suas opiniões no comentários se gosta se não gosta. 

 

widgeo.net